A resiliência e a Educação

Enquanto ainda se gere a incerteza do presente no que à pandemia diz respeito, vão sendo conhecidos estudos que medem o impacto multidimensional que a atual crise teve e tem sobre a instituição Escola, particularmente sobre os alunos e as suas famílias, bem como sobre os docentes e as lideranças escolares e respetivas comunidades onde estas estão implementadas. Estes resultados foram assinalados pelas Nações Unidas no dia 24 de janeiro de 2021, Dia Internacional da Educação. A monitorização permanente que a UNESCO faz do encerramento das Escolas evidencia que, globalmente, a pandemia de Covid-19 fez perder dois terços de um ano académico, enfrentando-se, naquela data, perturbações na educação de 800 milhões de alunos já que, a nível mundial, as escolas foram totalmente encerradas durante uma média de 3,5 meses desde o início da pandemia. Contando os encerramentos intermitentes, o número sobe para 5,5 meses, sugere a organização.

Recursos Digitais